Olá, podemos ajudar?

Facebook

Cibersegurança: o que esperar em 2019?

Com a chegada de 2019, a Karspeky Lab realizou as suas previsões para este ano com base no conhecimento ganho durante o ano de 2018, assim como nas previsões preparadas pela Global Research and Analysis Team.

Os insights, em conjunto com uma série de previsões de ameaças ao nível da indústria e da tecnologia, vão ajudar a maioria dos setores mais conectados não só a perceber, mas também a prepararem-se para os desafios ao nível da segurança que podem vir a enfrentar durante o próximo ano.

Enquanto a indústria da cibersegurança tem descoberto consistentemente operações sofisticadas patrocinadas pelo governo, os hackers vão assumir uma postura mais underground, saindo do radar público para evitar serem descobertos.

Um dos cenários mais prováveis é que esta nova abordagem leve à implementação de ferramentas especializadas que atinjam as vítimas no seu core – comprometendo o networking hardware. A nova estratégia permitirá que os hackers foquem as suas atividades num botnet-style discreto ou que concretizem ataques mais frutíferos nos targets selecionados.

Este pode ser um aviso recorrente ano após ano, mas nunca deve ser subestimado. Os IoT (Internet of Things) botnets continuam a crescer, cada vez mais fortes, podendo ser incrivelmente poderosos nas mãos erradas.

"Em 2018, estas ameaças conduziram a novos paradigmas. Sensibilização do público tem crescido e especialistas em grandes ciberoperações, colocaram este tema na ordem do dia em todo o mundo. Isto levará a uma mudança no paradigma da cibersegurança, enquanto hackers trabalham no silêncio em ameaças cada vez mais sofisticadas e com probabilidades de sucesso cada vez maiores. Esta mudança faz com que a descoberta de operações novas, sofisticadas e de larga escala seja pouco provável e, levará, certamente, a arte da deteção a um outro nível”, afirma Vicente Diaz, Investigador de Segurança na Kaspersky Lab.

 

Fonte: IT Insights

Deixe o seu comentário

Reload

Submeter